3 de nov de 2011

O artista plástico Rinaldo Lima viaja no fim de semana a Salvador para lançar a exposição Baque Solto


Crédito Fotos: Denny Ferreira



Foi mais do que positiva a repercussão da exposição Baque solto realizada por Rinaldo Lima no Centro de Cultura João Gilberto entre os dias 13 de setembro e 13 de outubro. A expectativa agora é para a exposição em Salvador que será aberta na próxima terça-feira (08) na Galeria Ebec , na Pituba. A mostra será praticamente a mesma, mas o artista é inquieto e reage ao feedback do público , ele incluiu na série de homenagens o grande Luiz Gonzaga que tinha ficado de fora da exposição em Juazeiro. Mas ainda não está satisfeito, apesar do tempo limitado quer incluir também, Nelson Mandela entre os negros ilustres vestidos de caboclo de lança, já que a exposição retrata a figura central do maracatu rural de Pernambuco. “Eu ouvi de algumas pessoas na exposição de Juazeiro a reclamação de que Luiz Gonzaga não tinha sido homenageado, e mais recentemente do Mandela, saber ouvir o seu público é importante, e não falo nem em termos mercadológicos, mas em coerência com o discurso, não dá pra homenagear negros que se destacaram em suas áreas de atuação e deixar de fora Luiz Gonzaga e Mandela, por isso, tenho que correr ”, destaca o artista.





Outra justificativa para incluir Luiz Gonzaga é que ano que vem se comemora o centenário do Rei do Baião, Fiquei muito feliz com o resultado do trabalho e pela incrível rapidez com que foi produzido” exclama Rinaldo Lima. Ele revela que , Carlinhos Brown um dos homenageados e que foi capa do material gráfico da exposição foi sondado para participar da abertura da mostra em Salvador, mas a produção do cantor informou que nesse dia ele estará embarcando para a Suíça.
A exposição Baque solto ficará em cartaz na Galeria Ebec em salvador até o dia 9 de Dezembro.


2 comentários:

Joao Sereno disse...

Gosto muito do trabalho deste camarada, minha gente. Traço firme e viagem concisa pelas cores que usa.
Muito bom!

João Sereno

Joao Sereno disse...

Que lindo!

kkk
Valeu, gente.

João Sereno