15 de mar de 2012

ODEMAR NO JOÃO GILBERTO

Neste sabado e domingo, 17 e 18 de março, às 20h, a Cia. Máscaras de Teatro encenará apresentando no Centro de Cultura João Gilberto o espetáculo "ODEMAR". 




"... Perde-te, segue o teu destino e deixa-me...
Eu quem sou para chore e interrogue?
Eu quem  sou para que te fale e te ame?
Eu quem sou para que me perturbe ver-te?
Larga do cais, cresce o sol, ergue-se ouro,
Luzem os telhados dos edifícios do cais.
Todo o lado de cá da cidade brilha..."
 

ODEMAR
adaptação de ODE MARÍTIMA de Fernando Pessoa.

...um cenário palco que possibilita a aproximação total da cena com a platéia e consegue instaurar sensações. 
O texto narra a história de um homem que, diante do mar num porto marítimo deserto, ao observar a rotina de barcos e navios, entra em delírio extremo, fantasiando sobre as sinistras coisas e tudo que terá acontecido sobre as ondas e nas noites escuras das antigas navegações.

"Ah, todo o cais é uma saudade de pedra!
E quando o navio larga do cais
E se repara de repente que se abriu um espaço
Entre o cais e o navio,
Vem-me, não sei porquê, uma angústia recente,
..."


Nenhum comentário: