4 de nov de 2011

PROJETO CENTRO DE CULTURA JOÃO GILBERTO – 25 ANOS!

Clique na imagem para ampliar



O Centro de Cultura João Gilberto, completa 25 anos de intensa produção cultural e está situado no semi-árido, ao norte da Bahia, em Juazeiro/BA, divisa com Pernambuco. Em pleno sertão de contrastes, entre a seca e agricultura irrigada, entre o vinho e a cachaça, a navegação e o vaqueiro. Uma região de misturas musicais que vai da Bossa Nova ao frevo, do forró ao maracatu, do Rock a MPB.

As margens do Velho Chico, o rio da integração nacional, o Centro de Cultura João Gilberto tem muito que o comemorar, afinal, são 25 anos de historia dedicadas a cultura dessa região, exatamente no ano em que João Gilberto, o Papa da Bossa Nova completa 80 anos.

O CCJG é um referencial de cultura para o Vale do São Francisco, num território de identidade conhecido pela sua economia pujante, com base na fruticultura irrigada, na produção de etanol, na agroindústria, no turismo e na produção de caprinos e ovinos.

Desde a sua fundação o CCJG, cumpre a sua missão primordial que é acolher e apoiar as mais diversas manifestações artisitico-cultural, sendo um equipamento estratégico para o desenvolvimento e suporte das produções culturais. Nesse espaço os artistas contam com quatro salas polivalentes; uma sala principal com trezentos e sete lugares, com palco, dois amplos camarins, central de ar-condicionado, iluminação cênica e sonorização; um anfiteatro com estrutura de palco, banheiros e arquibancada com capacidade para mil e quinhentas pessoas.

O CCJG veio somar-se a um contexto cultural muito rico, onde o Rio São Francisco é fonte de expiração para poetas, artesãos, artistas plásticos, músicos e historiadores. Suas lendas, o folclore, a musicalidade, a paixão pelo teatro e a religiosidade compõe esse celeiro de cultura no norte da Bahia.

Isso sem falar no quadro de figuras ilustres de renome nacional e até internacional, que são filhos de Juazeiro, como João Gilberto, Galvão dos Novos Baianos, Ivete Sangalo, Targino, do caricaturista da memória musical brasileira, Miécio Caffé, Manuca Almeida, João Sereno, Bebela, Coelhão, Parlim, Hertez Felix, Lucien Paulo, Wilson Duarte, Devilles, Wellington, entre outros talentosos artistas, nas mais diversas linguagens da arte. Juazeiro também foi palco para grandes produções Cinematográficas, com os premiados filmes brasileiros - Guerra de Canudos com a direção de Sergio Resende e grande elenco; Eu, tu, eles, dirigido por Andrucha Waddington, com Regina Casé, Lima Duarte e Stênio Garcia. Por essa razão vamos comemorar o Jubileu de Prata do CCJG no mês de novembro, mas precisamente de 06 a 30 nas dependências do Centro de Cultura João Gilberto, com as mais diversas manifestações artísticas com exposições coletivas e individuais, espetáculos de teatro e dança, shows musicais, apresentações folclóricas, debates, exposição de artesanato entre outras atrações.



Nenhum comentário: