11 de abr de 2013

INSCRIÇÕES PARA OFICINAS E MINI-CURSO


Oficinas e mini-cursos dinamizam a programação da II Celebração das Culturas dos Sertões
Pegue papel, caneta e deixe aflorar toda a sua imaginação. Pegue aquela viola encostada no canto da casa sem muita utilidade e venha participar das oficinas de Literatura de Cordel e de Viola Caipira, programação da II Celebração das Culturas dos Sertões, evento da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que acontece entre os dias 3 e 11 de maio, em Salvador e Juazeiro. Além das oficinas, também serão realizados os mini-cursos “Refletindo a literatura de cordel: vivendo a literatura de cordel”, com Edilene Matos, e “ O uso de novas tecnologias para a aquisição de fontes históricas”, com Diogo Carvalho.
Ministrada pelo multi-instrumentista, Julio Caldas, na oficina de Viola Caipira os participantes irão conhecer e manusear tipos diversos de viola – caipira, machete, dinâmica e cocho -, além de apreender o papel deste importante instrumento para a música brasileira. Os participantes que possuírem o instrumento pode levá-lo para o momento de prática.  As aulas acontecem das 9h ás 12h, nos dias 7 e 8 de maio.
Nesses mesmos dias, das 15h às 18h, também acontece a oficina Literatura de Cordel com poeta e cordelista, Antonio Barreto.  Além de apresentar o cordel como fonte de aprendizagem, esta oficina tem como objetivo desenvolver, declamar e produzir textos de cordel, reconhecendo esse gênero poético-popular como parte inseparável da literatura brasileira.
Mini-cursos
Nos dias 7 e 8 de maio acontecem ainda os minicursos “Refletindo a literatura de cordel: vivendo a literatura de cordel”, com Edilene Matos, e “ O uso de novas tecnologias para a aquisição de fontes históricas”, com Diogo Carvalho, a partir das 9h. Enquanto o primeiro propõe uma reflexão sobre formas poéticas de criação, diálogo entre o novo e o tradicional e suas implicações na contemporaneidade, entre outras discussões, o segundo está focado no aprimoramento no acesso à informação, ampliado a partir da rápida evolução dos meios de comunicação.

Nenhum comentário: